Os cães podem comer couves de Bruxelas? Prós e contras [Descompactado]

publicado por Eu amo veterinário

Atualizado em

O blog I Love Veterinary é suportado pelo leitor e podemos ganhar uma comissão de produtos comprados por meio de links nesta página, sem nenhum custo adicional para você. Saiba mais sobre nós e nosso processo de análise de produtos >

A couve de Bruxelas é um vegetal popular que muitas pessoas gostam de comer. Mas pode cães comer Bruxelas brotos?

É difícil encontrar informações sobre se o seu cão pode ou não comer couve de Bruxelas. Infelizmente, há muitas informações conflitantes por aí. Algumas fontes dizem que não há problema para os cães comerem couve de Bruxelas, enquanto outras fontes dizem que nunca devem ser dados aos cães porque são tóxicos e podem causar doenças e até a morte em nossos companheiros caninos.

cachorro pode comer couve de bruxelas
Fonte: Mãe de cachorro orgulhosa

Hoje vamos ajudá-lo a decidir se o seu cão pode comer couves de Bruxelas com segurança, analisando os prós e os contras de alimentá-los ao seu filhote!

Couves de Bruxelas são boas para cães?

Sim! Couves de Bruxelas são adequadas para seus cães. Eles são o tipo de vegetal que não deve faltar na dieta do seu cão.

Couves de Bruxelas são vegetais ricos em nutrientes com várias vantagens para a saúde de pessoas e animais de estimação. Eles são ricos em fibras e incluem uma variedade de vitaminas e minerais. Por exemplo, a vitamina C e a vitamina K são abundantes nas couves de Bruxelas.

Essas vitaminas são conhecidas por ajudar no desenvolvimento de ossos fortes e saudáveis ​​e estimular o sistema imunológico. É um vegetal fantástico para incluir na dieta do seu cão. É um componente essencial da dieta para seus cachorros e cães idosos devido ao seu valor nutricional substancial.

Os benefícios de alimentar seu cão com couves de Bruxelas

Cães que comem uma quantidade razoável de couve de Bruxelas obtêm várias vantagens para a saúde. O consumo deste vegetal crucífero ajuda no desenvolvimento de ossos fortes, proteção do coração, redução da inflamação e melhora da circulação sanguínea.

Portanto, certifique-se de alimentar seu amigo canino com uma quantidade moderada de couve de Bruxelas para evitar provocar muito gás para seus cães.

A desvantagem de dar couves de Bruxelas ao seu cão

Os cães são semelhantes aos humanos em vários aspectos. Por exemplo, se você não consumir cinco quilos de abacaxi, não há problema em comê-lo. No entanto, você está em grande perigo se não os utilizar com moderação; até as coisas mais agradáveis ​​podem prejudicá-lo. 

Couves de Bruxelas podem causar desconforto gastrointestinal em alguns cães. Além disso, o alto teor de fibra alimentar das couves de Bruxelas pode ter um impacto laxante, causando vômitos, diarréia e desidratação.

As couves de Bruxelas possuem isotiocianato, um produto químico que ajuda na digestão de alimentos e resíduos no trato digestivo do seu cão. Este produto químico, por outro lado, é notório por gerar gás.

Considerações importantes a serem tomadas antes de dar uma couve de Bruxelas canina

  1. Antes de introduzir as couves-de-bruxelas no seu dieta de cachorro, certifique-se de consultar seu veterinário primeiro, especialmente se seu cão tiver alergia ou problemas alimentares.
  1. Evite dar muitas couves de Bruxelas ao seu amigo canino, pois isso causará dores de estômago e diarreia graves.
  1. Tenha cuidado para remover o caule duro e nodoso dos brotos antes de cozinhá-los. Se o seu cão consumir o talo por engano, pode causar asfixia ou ficar alojado no intestino ou na garganta, representando um risco de asfixia.
  1. Evite usar sal, pimenta, suco de limão, manteiga ou óleo ao cozinhar os brotos, pois eles irritam o estômago do seu cão. A melhor coisa a fazer com as couves de Bruxelas é mantê-las limpas e naturais.

Como dar couve de Bruxelas ao meu cachorro?

As couves de Bruxelas são um dos vegetais mais simples para incorporar na dieta do seu cão. Pode ser servido como prato principal ou acompanhamento para o seu cão.

Os cães podem comer couve de Bruxelas crua?

A maioria dos donos de cães faz essa pergunta. A resposta é sim! As couves de Bruxelas são seguras para os cães consumirem cruas. Você pode garantir que seu cão se beneficiará da maioria dos componentes nutricionais das couves de Bruxelas cruas se você as der cruas.

No entanto, as folhas e brotos de couve de Bruxelas não cozidas podem carregar germes perigosos. Como resultado, o melhor método para alimentar o seu companheiro canino com couve-de-bruxelas é prepará-los com antecedência.

Ao preparar couves de Bruxelas para cães, lave bem os vegetais antes de cortá-los em pedaços pequenos. BUT cachorro pode comer couve de bruxelas com talos? Essa é outra pergunta que a maioria das pessoas costuma fazer.

Sempre remova os talos da couve de Bruxelas, pois isso pode sufocar seu filhote.  

Além de comer couves de Bruxelas cruas, cachorro pode comer couve de Bruxelas cozida? Sim, existem várias maneiras de preparar couves de Bruxelas para consumo humano quando se trata de cozinhar. 

Os vegetais podem ser cozidos de várias maneiras, incluindo ferver, cozinhar no vapor, grelhar, fritar, cozinhar lentamente ou assar.

Quando você fornece couves de Bruxelas fritas ou assadas ao seu cão, corre o risco de expô-lo a níveis perigosos de gordura. Mais essencial, não adicione sal ou temperos como pimenta, cebola ou alho às couves de Bruxelas do seu cão quando você as colocar no microondas, ferver ou cozinhar no vapor.

As qualidades nutricionais e antioxidantes das couves de Bruxelas são melhor preservadas ao cozinhá-las no vapor. Os brotos também são mais simples de digerir para seus amigos de quatro patas.

Quando o vegetal estiver pronto, você pode oferecê-lo ao seu cão como uma refeição independente ou misturá-lo à dieta habitual.

A quantidade certa de couves de Bruxelas para dar ao seu cão

Você deve servir couves de Bruxelas com moderação; três de cada vez devem ser suficientes, dependendo de quão grandes ou pequenos eles são – e quão grande ou pequeno seu cão é! Você pode servi-los crus ou ferver. Fervê-los reduz efeitos colaterais desagradáveis, como flatulência.

Antes de aumentar o tamanho da porção, comece com uma pequena quantidade e observe como seu cão reage.

Dicas para preparar e cozinhar couves de Bruxelas para cães

  1. Sempre que oferecer couves de Bruxelas ao seu cão, certifique-se de que são cozidas da forma mais segura possível. Isso implica que você deve limpar adequadamente os brotos antes de cozinhá-los. 
  1. Qualquer coisa perigosa, como excrementos, inseticidas e herbicidas, será lavada. Mas, é claro, você sempre pode dar um passo adiante e obter couves de Bruxelas orgânicas.
  1. A maneira mais fácil de cozinhar brotos para o seu cão é cozinhá-los no vapor depois de bem lavados e aparados. Sim, esta é a maneira mais fedorenta de prepará-los, mas permite fervê-los sem usar manteiga ou óleo, e os brotos podem ficar extremamente macios para o seu cão. 
  1. Você pode colocá-los no microondas com um pouco de água ou fervê-los até que estejam cozidos em uma panela com água sem sal, se quiser.

Fatos nutricionais sobre couves de Bruxelas

Todos nós sabemos que as couves de Bruxelas são excelentes para nós, mas vamos ver como elas são úteis com mais detalhes.

Rico em vitaminas: B1, B6, K, A, C e E

Este vegetal crucífero é rico em vitaminas vitais que podem ajudar os ossos do seu cão a permanecerem saudáveis ​​e ativos. Vamos passar por cada uma das vitaminas encontradas neste vegetal.

Vitamina B1 ou tiamina

Ele contém uma pequena quantidade que ajuda o corpo do cão a digerir carboidratos para criar energia. Além disso, B1 estimula canais iônicos em tecidos neurais e metaboliza lipídios e proteínas.

Vitamina B6 ou piridoxina

Esta é outra vitamina crítica que ajuda a melhorar o humor do seu cão, promove a função cerebral saudável, produz glóbulos vermelhos e mantém o equilíbrio potássio-sódio no corpo. A doença de Cushing é comum em várias raças de cães. Esta vitamina protege seu cão de ficar doente.

A vitamina K

As couves de Bruxelas são ricas em vitamina K, o que ajuda os ossos do seu cão a permanecerem saudáveis. Além disso, a ação da coagulação sanguínea também é auxiliada pela vitamina K.

Vitamina A

É responsável por manter os músculos, a visão, as células, os pulmões e o coração do seu cão em boas condições de funcionamento. A vitamina A também é benéfica para o sistema imunológico e o sistema neurológico. Finalmente, esta vitamina melhora a pele e a pelagem do seu cão.

Vitamina C

Auxilia na redução da inflamação e no envelhecimento do cérebro. Esta vitamina também protege as células contra danos, neutralizando os radicais livres prejudiciais no corpo do seu cão.

Vitamina E

A vitamina E é um poderoso antioxidante que é muito benéfico para nossos companheiros caninos. Ajuda na batalha contra os danos dos radicais livres e na proteção das células.  

Rico em antioxidantes

Radicais livres, câncer e doenças podem ser prevenidos comendo brotos ricos em antioxidantes. Esses antioxidantes também ajudam seu cão a se manter saudável, diminuindo os efeitos adversos da inflamação crônica.

antioxidantes

Contém minerais vitais: potássio e manganês

As couves de Bruxelas são ricas em dois minerais que são essenciais para a saúde de um cão. Os minerais suportam vários processos biológicos, incluindo a pele, os ossos, o coração e os músculos do seu cão. 

O potássio é necessário em grandes quantidades para que o corpo de um cão funcione corretamente e mantenha um bom equilíbrio de fluidos. Além disso, o potássio mantém um equilíbrio de pressão saudável com o sal e gera energia no nível celular. É também um elemento que auxilia o coração do seu cão, o sistema neurológico e a função cognitiva e enzimática.

O manganês é um mineral que ajuda na digestão de proteínas, carboidratos e aminoácidos. Ajuda na manutenção de ossos e cartilagens saudáveis ​​nas articulações, bem como na produção de energia no corpo do seu cão.

Rico em fibra insolúvel

As couves de Bruxelas são ricas em fibras, o que ajuda a manter o sistema digestivo saudável e regular. A fibra dietética insolúvel é benéfica para todos os cães. Uma quantidade modesta de fibra regula seus processos digestivos.

A fibra insolúvel atrai água para as fezes do seu cão, tornando-a mais macia e fácil de passar e colocando menos pressão nos intestinos. Como resultado, a fibra insolúvel ajuda a excreção e promove a saúde do cólon e do intestino, mantendo-os sob controle.

Diretrizes sobre como alimentar seu cão com couve de Bruxelas

  • Se o seu cão tiver quaisquer preocupações alimentares ou alérgicas, consulte o seu veterinário antes de alimentá-lo com couves de Bruxelas.
  • Se o seu cão recebeu permissão para comer este vegetal, comece com uma quantidade modesta, 1/2 a 1 broto, dependendo do tamanho.
  • Se tudo correr bem, você pode dar ao seu canino uma guloseima de couve de Bruxelas não mais do que três por prato. 

Alimentar seu cão com muitas couves de Bruxelas é perigoso?

No geral, este vegetal é seguro para o seu cão porque não contém venenos ou toxinas. No entanto, se o seu cão consumir muitas couves de Bruxelas, pode ter diarreia grave.

Tenha em mente que mesmo uma pequena quantidade de couve de Bruxelas pode causar desconforto gastrointestinal em seu cão. Certifique-se de consultar o seu veterinário se o seu cão tiver diarreia grave.

Couves de Bruxelas são seguras para comer por cães! Este pequeno repolho é rico em nutrientes, que são úteis para o seu cão da mesma forma que são para as pessoas. Só não os dê ao seu cão de estimação em excesso; caso contrário, eles podem ter diarréia!

O compartilhamento é cuidar!

AUTOR

Projeto dedicado a apoiar e ajudar a melhorar a Medicina Veterinária. Compartilhando informações e levantando discussões na comunidade veterinária.

Recomendado

Subscreva a nossa newsletter

Deixe seu e-mail abaixo para fazer parte do time I Love Veterinary e desfrutar de novidades regulares, atualizações, conteúdo exclusivo, novidades e muito mais!