Dia Mundial da Malária – 25 de abril

publicado por Eu amo veterinário

Atualizado em

O blog I Love Veterinary é suportado pelo leitor e podemos ganhar uma comissão de produtos comprados por meio de links nesta página, sem nenhum custo adicional para você. Saiba mais sobre nós e nosso processo de análise de produtos >

A História do Dia Mundial da Malária

Em maio de 2007, a 60ª sessão do a WHA (Assembleia Mundial da Saúde) estabeleceu o Dia Mundial da Malária como uma celebração internacional comemorada a cada 25 de abril para reconhecer os esforços globais para o controle da malária.

Antes do estabelecimento do Dia Mundial da Malária, todo 25 de abril desde 2001, Dia da Malária na África foi realizada. Este evento em particular foi iniciado após a Declaração de Abuja. A declaração foi assinada por 44 países propensos a malária endêmica.

dia mundial da malária

É um fato interessante que a cada ano o Dia Mundial da Malária se concentra em um tema diferente e tema específico. O slogan 'Malária: uma doença sem fronteiras' foi usado em 2008 e 'Contando a malária' seguido em 2009 e 2010.

Em 2011 e 2012 os slogans 'Alcançando Progresso e Impacto' e 'Sustentar Ganhos, Salvar Vidas: Investir na Malária' foram usados ​​como temas específicos. 'Investir no futuro: derrotar a malária' representou o Dia Mundial da Malária 2013-2015, e em 2016 e 2017 o tema mudou para 'Acabar com a Malária para sempre'.

O Tema Mundial da Malária deste ano é “Hora de entregar zero malária: investir, inovar, implementar” – conforme anunciado pela Organização Mundial da Saúde.

bandeira do dia mundial da malária

O tema deste ano está centrado na conscientização sobre a necessidade de implementar estratégias e ferramentas atuais em áreas que ainda não alcançamos na região do Pacífico Ocidental.

O que é a malária?

A malária é uma doença febril aguda causada pela Plasmodium sp. parasitas. A doença é transmitida através da picada de vetores também conhecidos como mosquitos fêmeas (Anopheles). Nada menos que cinco espécies de Plasmodium são responsáveis ​​por causar malária em humanos, mas P. vivax e P. falciparum representam o maior risco.

A primeira (P. vivax) é a espécie mais prevalente fora da África Subsaariana, enquanto a segunda (P. falciparum) causa a maioria das mortes relacionadas à malária na África e em todo o mundo.

Demora cerca de duas semanas para que os sintomas da doença ocorram após a mordida ser experimentada por indivíduos que não possuem imunidade adequada. A fase aguda apresenta sintomas de febre, calafrios e dores de cabeça e pode levar a doenças graves se não for tratada nas primeiras 24 horas.

Casos graves de malária em crianças são caracterizados por anemia (falta de sangue suficiente), distúrbios cerebrais e dificuldade respiratória. As falências de múltiplos órgãos também são frequentes em adultos. Pessoas que vivem em áreas endêmicas podem sofrer infecções assintomáticas se conseguirem desenvolver imunidade parcial.

Fatos sobre a malária

  • A malária não é uma doença contagiosa, o que significa que uma pessoa saudável não pode ser infectada ao ter contato com uma pessoa infectada.
  • Às vezes, o parasita permanece na fase latente e os sintomas podem ocorrer até quatro anos após o início da infecção.
  • A doença existe em 103 países ao redor do mundo e aproximadamente 3.3 bilhões de pessoas estão em risco a cada ano.
  • Uma taxa média de mortalidade de 90% ocorre devido à infecção por malária na África Subsaariana; a grande maioria das pessoas são crianças com menos de cinco anos.
  • Todos os anos, cerca de 1.500 casos positivos para malária são relatados nos Estados Unidos da América.
  • O filme de animação da Disney 'The Winged Scourge' que foi lançado em 1943 com os Sete Anões foi uma campanha de propaganda anti-mosquito e anti-malária.
  • As raízes latinas da palavra 'malária' significam literalmente 'ar ruim' porque os romanos pensavam que a fumaça do pântano era a fonte primária da doença.
  • Oito presidentes dos EUA contraíram malária, incluindo George Washington, Abraham Lincoln, Theodore Roosevelt e John.F. Kennedy.
  • Em 2016, foram notificados 216 milhões de casos, cinco milhões a mais do que em 2015. 445.000 deles provaram ser letais.
  • Em 2019, o financiamento total para a malária atingiu três bilhões de dólares somente nos EUA. Governos de países endêmicos contribuíram com 900 milhões de dólares para eliminar a doença. Sua contribuição representou 31% do financiamento total para aquele ano.

Comemore o Dia Mundial da Malária educando seus amigos sobre esta doença, assistindo a um documentário histórico sobre o assunto ou entrando em contato com uma ONG que trabalha com pessoas com malária na África e veja como você pode ajudar.

Conter a propagação da malária

Os sintomas da malária incluem febre, calafrios, dor de cabeça, dores no corpo, náuseas e vômitos, bem como outros sintomas mais graves, como icterícia, convulsões e coma em casos graves. A malária pode ser potencialmente fatal se não for tratada imediatamente com medicamentos apropriados.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), houve aproximadamente 219 milhões de casos de malária em todo o mundo em 2017, resultando em cerca de 435 mortes. A maioria dessas mortes ocorre na África, onde crianças menores de cinco anos representam uma grande proporção das pessoas afetadas pela doença.

A OMS recomenda várias medidas preventivas para proteger contra a malária, como dormir sob mosquiteiros tratados com inseticida, usar repelente de insetos e tomar medicamentos antimaláricos. Também é importante reduzir os locais de reprodução de mosquitos, drenando a água parada em casa. Tomar essas medidas preventivas pode ajudar a proteger as pessoas contra a malária e impedir sua propagação.

Além dos esforços de prevenção, o diagnóstico precoce da malária é fundamental para ajudar as pessoas a obter tratamento imediato que pode salvar vidas. Os testes de diagnóstico, como os testes de diagnóstico rápido (RDTs), são simples e rápidos de usar, permitindo que os profissionais médicos obtenham um diagnóstico preciso em minutos.

Com diagnóstico correto e intervenções apropriadas, o impacto desta doença mortal pode ser significativamente reduzido. Embora tenha havido progresso no controle da malária, ainda há muito trabalho a ser feito para erradicá-la completamente. Continuando a luta contra a malária e trabalhando juntos, podemos garantir um futuro mais saudável para todos.

Para saber mais sobre como se envolver na luta contra a malária, visite: http://www.malariaconsortium.org/take-action/. Juntos, podemos ajudar a acabar com esta doença mortal e proporcionar melhores resultados de saúde para todos em todo o mundo. Vamos agir e fazer a diferença!

Dia Mundial da Malária 2023

O tema deste ano ainda não foi definido e, assim que houver mais informações, atualizaremos este artigo. Fique ligado para mais!

Se você gostou deste artigo, pode ler sobre uma observância semelhante que ocorre em abril, a saber; Mês Nacional da Saúde Pública, em nosso blog.

O compartilhamento é cuidar!

AUTOR

Projeto dedicado a apoiar e ajudar a melhorar a Medicina Veterinária. Compartilhando informações e levantando discussões na comunidade veterinária.

Recomendado

Dia Mundial do Veterinário

Comemorando o Dia Mundial da Veterinária de 2024

5 min read

Subscreva a nossa newsletter

Deixe seu e-mail abaixo para fazer parte do time I Love Veterinary e desfrutar de novidades regulares, atualizações, conteúdo exclusivo, novidades e muito mais!