Por que meu gato está espirrando?

Foto do avatar

publicado por Catharina Hjorth

Atualizado em

O blog I Love Veterinary é suportado pelo leitor e podemos ganhar uma comissão de produtos comprados por meio de links nesta página, sem nenhum custo adicional para você. Saiba mais sobre nós e nosso processo de análise de produtos >

Um gato espirrando pode ser uma das coisas mais fofas de todos os tempos. É algo que todos os donos de gatos reconhecerão. Tal como acontece com os humanos, pode haver muitas razões para um gato espirrar. A maioria deles é bastante inofensiva e benigna, mas e quando seu gato está espirrando muito? 

Se o seu gato continuar espirrando, ou se for acompanhado de tosse ou outros sintomas, pode ser mais grave. Então, quando você deve levar seu gato para uma visita ao veterinário? Dê uma lida abaixo! 

Gato espirrando e sentado no sofá, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Por que meu gato está espirrando? 

Existem muitas razões pelas quais os gatos espirram. Um espirro ocasional é algo perfeitamente normal para gatos e humanos. É uma liberação explosiva de ar através do nariz e da boca. Na maioria das vezes, é uma resposta a algo que irrita as passagens nasais. 

Isso significa que 99% das vezes quando os gatos espirram aleatoriamente, é apenas porque eles têm algo no nariz. Talvez algo tão comum quanto um pouco de poeira – como quando os humanos espirram. Também pode ser devido a odores fortes ou detritos.

Mas, pode haver razões mais sérias para um gato espirrar. Como dono de um animal de estimação, é importante ficar de olho no seu amigo peludo. Especialmente se o espirro for muito repetitivo. Ou, se for acompanhado por outros sintomas como Tosse, secreção nasal ou ocular (olho). Se este for o caso, você precisa analisar mais profundamente e talvez considerar levar seu gato ao veterinário.  

O que faz os gatos espirrar? 

Se o seu gato está espirrando muito, pode haver várias causas mais graves do que as óbvias mencionadas anteriormente neste artigo. Na maioria das vezes, é apenas um irritante nas vias aéreas. 

Mas se o espirro é persistente ou acompanha outros sintomas, você deve prestar atenção.  

Gato espirrando, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Doenças respiratórias superiores em gatos

O espirro é um dos sintomas mais comuns de infecções respiratórias superiores (URI) em gatos. Alguns gatos são mais propensos a ter uma URI – isso inclui gatos mais velhos, gatinhos e gatos imunossuprimidos – o que significa gatos com uma defesa imunológica comprometida. 

As infecções respiratórias superiores podem ser virais, bacterianas ou fúngicas. Às vezes, apresenta-se como uma combinação de um ou mais agentes presentes nas vias aéreas. Os patógenos virais mais comuns são

Embora as bactérias mais comuns sejam

  • Chlamydophila felis (Chlamydia para gatos)

Mas, patógenos virais são responsáveis ​​por aproximadamente 90% de todos os casos respiratórios superiores em gatos. 

Os sintomas – além de espirros persistentes – são: 

  • Corrimento nasal 
  • Secreção ocular 
  • Úlceras na boca
  • Sintomas mais inespecíficos: Letargia (cansaço), falta de vontade de comer e febre. 

Felizmente, na maioria dos casos não complicados, seu gato pode ser tratado sintomaticamente em casa. Muitas vezes, o gato se sentirá melhor dentro de 7 a 10 dias. 

Mas é essencial tentar isolar seu gato de outros gatos, pois a maioria dos URIs é altamente contagiosa – a maioria deles apenas para gatos. Se você tiver mais de um gato na casa, isole-os também. Alguns gatos podem ter um caso mais grave que precisa de tratamento mais extenso. 

Gato espirrando, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Condições respiratórias superiores crônicas em gatos

Espirros persistentes e de longo prazo também podem ser causados ​​​​por danos permanentes ao sistema imunológico e/ou às passagens nasais. Muitas vezes isso é denominado rinite crônica. Os sintomas são frequentemente semelhantes aos de infecções respiratórias agudas típicas. Mas, em vez de desaparecer, eles persistem por semanas e às vezes até meses. Às vezes, ele vai e vem em intervalos. 

Rinite crônica também pode levar a outras complicações. Um exemplo são as infecções bacterianas recorrentes nas vias nasais, que podem piorar os sintomas. 

Os sintomas de condições crônicas incluem espirros de longo prazo, bem como. 

  • Nariz entupido e escorrendo 
  • Corrimento amarelo espesso do nariz 
  • Perda de apetite (devido à perda do olfato) 

Com condições crônicas, pode ser mais complicado tratar os sintomas. É crucial primeiro diagnosticar a condição subjacente. Muitas vezes isso com a ajuda de testes de diagnóstico como raios-x e exames de sangue. 

Mesmo que a condição subjacente possa ser analisada, raramente há uma cura para rinite crônica. Isso ocorre porque o dano já foi feito às passagens nasais. A “cura” é tratar os sintomas da melhor forma possível, com visitas frequentes ao veterinário e atendimento domiciliar. 

Gato espirrando no campo, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Alergias 

Alergias são – ao contrário dos humanos – bastante raros em gatos, e espirros raramente são um sintoma. Alguns gatos sofrem os mesmos espirros de primavera que muitos humanos quando o pólen sai. É especialmente visto em gatos com asma

Os sintomas mais comuns de alergia em gatos incluem 

  • Lesões de pele 
  • Itchiness 
  • A perda de cabelo 

O tratamento depende do que causa a reação alérgica. Podem ser gatilhos sazonais ao ar livre, como pólen de grama. Ou permanente se causado por gatilhos internos, como poeira e/ou produtos de limpeza. 

Quando você deve levar seu gato ao veterinário? 

Se o seu gato continua espirrando, é hora de investigar o porquê. Primeiro, você deve verificar o ambiente do gato. Pode haver algo no ambiente que causa os espirros que podem ser removidos. Isso pode ser produtos de limpeza fortes e incômodos, poeira excessiva ou cheiro de comida. 

Mas, se isso não ajudar ou alterar a frequência dos espirros, talvez seja hora de consultar um veterinário. Observe que os gatinhos devem sempre ser vistos imediatamente por um veterinário se espirrar – principalmente se eles ainda não completaram sua programa de vacinação

Gatinho sendo vacinado na clínica veterinária, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Para gatos adultos, muitas vezes é necessária uma visita ao veterinário se outros sintomas estiverem presentes. Especialmente sintomas em que a descarga da boca e dos olhos está presente.

Outro sinal bastante comum em gatos com doenças respiratórias superiores é a perda de apetite. Isso ocorre porque o gato perde o olfato e/ou paladar quando perde a capacidade de respirar pelo nariz. A maioria dos gatos se recusa a comer. Algumas condições também podem causar dificuldade ao engolir. 

Ao contrário dos humanos, que podem passar semanas sem comer, os gatos entrarão em “modo de fome” após 2-3 dias. Isso pode levar a condições graves e potencialmente fatais, como lipidose hepática (síndrome do fígado gordo). Então, se o seu gato não está comendo o suficiente? Chame o veterinário imediatamente. 

Lembre-se, se você estiver em dúvida se deve entrar em contato com seu veterinário, é sempre melhor ligar para eles e pedir uma opinião profissional. Isso garantirá que seu gato receba os melhores cuidados e, com sorte, uma rápida recuperação. 

Gato no veterinário, por que meu gato está espirrando? - Amo Veterinária

Resumo 

Um gato espirrando uma ou duas vezes raramente é motivo de preocupação. Pode ser algo que irrita o nariz. Mas, se o seu gato continuar espirrando ou apresentar outros sintomas, é hora de ligar para o seu veterinário. 

A maioria dos casos de espirros persistentes em gatos são razoavelmente fáceis de lidar. Muitas vezes os cuidados sintomáticos em casa são suficientes! Mas, em alguns casos, mais ajuda pode ser necessária. Então, para evitar consequências a longo prazo, fique de olho no seu amigo peludo, e ele está espirrando – não importa o quão fofo seja! 

O compartilhamento é cuidar!

Foto do avatar

AUTOR

Com mestrado em veterinária pela Universidade de Copenhague em 2023, o percurso acadêmico deste talentoso escritor culminou em uma tese focada na "Viabilidade do uso de ultrassom do abdômen para diagnóstico precoce de enterocolite necrosante em porcos neonatos". Além disso, sua dissertação investigou o intrigante tópico "Acúmulo de mercúrio em cães de trenó da Groenlândia". Além de suas conquistas acadêmicas, sua paixão pela saúde animal se funde perfeitamente com seu amor pela escrita. Ela se destaca por harmonizar a precisão clínica com a expressão literária, elaborando artigos que ressoam com o coração de sua profissão veterinária.

Recomendado

Por que os cães comem grama

Por que os cães comem grama?

4 min read

Dia Mundial do Veterinário

Comemorando o Dia Mundial da Veterinária de 2024

5 min read

Subscreva a nossa newsletter

Deixe seu e-mail abaixo para fazer parte do time I Love Veterinary e desfrutar de novidades regulares, atualizações, conteúdo exclusivo, novidades e muito mais!