Por que meu cachorro lambe tudo?

Helen Roberts DVM

publicado por Helen Roberts

Atualizado em

O blog I Love Veterinary é suportado pelo leitor e podemos ganhar uma comissão de produtos comprados por meio de links nesta página, sem nenhum custo adicional para você. Saiba mais sobre nós e nosso processo de análise de produtos >

Cães e lambidas 

Se você está pensando, por que meu cachorro lambe tudo? Então você veio ao lugar certo. Embora uma pequena quantidade de lambidas do cão seja normal, lambidas excessivas podem ser um sinal de que algo está errado para o seu animal de estimação.

O paladar de um cão é menos refinado do que o nosso, e pode ser por isso que eles gostam tanto do sabor do lixo!

Este artigo mergulhará profundamente nesse comportamento desleixado e responderá a todas as perguntas sobre lambidas do seu cão.

creme para lamber cachorro

Por que os cães lambem? 14 Razões Exploradas

Aqui estão quatorze razões comuns pelas quais os cães lambem:

  1. Eles são coceira: Os cães podem coçar e lamber para aliviar a coceira quando a pele está irritada. Pulga mordidas e alergias são razões comuns pelas quais um cão pode lamber e podem ser melhor investigadas pelo seu veterinário. O tratamento regular de pulgas e a limitação da exposição a alérgenos podem ajudar a aliviar a coceira em seu cão. Seu veterinário pode prescrever medicamentos para ajudar a aliviar a coceira, se isso não acontecer.
  2. Eles estão com dor: Quando há um ponto doloroso no corpo do seu cão, você pode notar que ele o lambe. Mas por que os cães se lambem quando estão com dor? Isso parece aliviar um pouco a dor, mas não substitui a atenção médica e pode levar a infecções de pele. Artrite, alergias e doenças de pele podem causar dor e, portanto, lamber. Levar seu cão para ser examinado por um veterinário permitirá que a fonte da dor seja abordada.
  3. Eles estão sujos: Os cães preferem estar limpos e, se estiverem sujos, podem se lamber para dar um banho rápido. Os cães não são tão exigentes quanto os gatos e exigem cuidados regulares para manter a pele e a pelagem saudáveis. Se você notar que seu cão se limpa obsessivamente, isso também pode ser um sinal de ansiedade e deve ser investigado e tratado.
  4. Eles estão famintos: Se você notar que seu cão lambe os lábios ou a tigela de comida, ele pode estar dizendo que está com fome e pronto para o jantar! 
  5. Eles estão com sede: Um cão com sede pode desenvolver uma boca seca que pode ser aliviada lambendo para estimular suas glândulas salivares. No entanto, isso não é um substituto para a água, portanto, certifique-se de ter bastante água fresca com fácil acesso ao seu cão.
  6. Eles têm um problema na boca: Doenças dentárias, infecções, massas, algo preso na boca ou lesões podem fazer com que os cães lambam devido à dor ou sensação desconfortável que estão sentindo. Cães com problemas na boca também podem babar ou patas na boca. Se você acha que seu cão tem um problema na boca, então uma visita ao veterinário é para ver o que pode ser feito para aliviar o desconforto.
  7. Eles se sentem enjoados: Uma dor de estômago causada por doença ou algo que seu cão comeu pode causar náuseas que podem se tornar aparentes para o dono quando você percebe que ele baba ou lambe os lábios. O aumento da saliva causa esses sinais e geralmente precede o vômito. Outros sintomas de náusea incluem engasgos, vômitos ou redução do apetite. Se você acha que seu cão está se sentindo enjoado, ele precisa ser examinado por um veterinário.
  8. Eles estão enfrentando problemas cognitivos: À medida que os cães envelhecem, sua função cerebral pode diminuir, levando a problemas cognitivos. Cães idosos pode experimentar um comportamento incomum, como andar de um lado para o outro pela casa, confusão, ansiedade e agressão. Cães idosos também podem começar a lamber excessivamente. Se você acha que a função cognitiva do seu cão está piorando, é melhor marcar uma consulta no veterinário. Alguns medicamentos podem ajudar na função cerebral e na ansiedade que acompanha o declínio cerebral. Seu veterinário pode prescrever isso se for adequado para seu animal de estimação.
  9. Eles estão estressados ​​ou entediados: Quando os cães estão entediados ou estressados, eles podem desenvolver comportamentos repetitivos, semelhantes ao TOC.transtorno obsessivo-compulsivo) em humanos. Esses comportamentos podem ser uma tentativa de se acalmar se o ambiente do cão mudou, seja por meio de uma nova rotina, novos animais de estimação ou atenção e exercícios reduzidos. Por exemplo, o comportamento excessivo de lamber um cão entediado pode ser aliviado passando mais tempo com ele ou aumentando sua atividade. Fornecendo brinquedos de quebra-cabeça ou contratar um serviço de passear com cães pode tornar o tempo longe do seu cão mais fácil para eles. O estresse e a ansiedade podem ser mais desafiadores de gerenciar, e uma visita ao seu veterinário é um primeiro passo essencial para ver se algo pode ser feito para ajudar. Treinamento comportamental ou medicamentos podem ser prescritos para apoiar seu cão em sua ansiedade.
  10. Eles estão explorando seu ambiente: Os cães adoram lamber coisas para descobrir coisas novas sobre seu ambiente. Isto é especialmente verdadeiro para cachorros. Novas texturas e cheiros serão irresistíveis para os filhotes, portanto, garantir que seu ambiente seja seguro evitará que surjam problemas de saúde.
  11. Eles estão tentando chamar sua atenção: Quando os cães querem sua atenção, eles podem lamber você. Se você lhes der atenção, eles saberão lamber você de novo! Ao acariciar seu cão cada vez que ele lambe, você pode estar incentivando involuntariamente um hábito que você não gosta. Em vez disso, espere que seu cão pare de lamber antes de elogiá-lo para que ele comece a desaprender esse hábito desleixado.
  12. Eles estão jogando: Em vez de morder, alguns cães podem aprender a ser gentis enquanto brincam. Lamber é uma forma alternativa de jogar, que os donos podem encorajar mais do que brigas. 
  13. Eles estão ligando: Os cães lambem uns aos outros e seus donos como forma de vínculo. Ao “limpar” você, os cães demonstram sua afeição. Se você notar que seu cão lambe as orelhas de outro cão, isso pode ser um sinal de infecção e deve ser tratado.
  14. Eles querem: Alguns cães adoram lamber, e é simples assim. 
Cachorrinho lambe o rabo

Devo deixar meu cachorro me lamber?

Se você possui um cachorro, é provável que tenha recebido alguns beijos molhados. Mas o que significa quando um cachorro lambe você? E você deve deixá-los?

Os cães lambem seus donos por vários motivos. Muitas vezes significa que eles estão buscando atenção ou querendo se relacionar. Geralmente é considerado muito doce, e os donos podem incentivá-lo, mas deixar seu cão lamber você não é recomendado.

Os cães carregam doenças que podem infectar humanos, e a saliva é uma maneira de espalhar doenças. Infecções como giardia, salmonela e campylobacter podem ser transferidos de cães para humanos e deixar as pessoas doentes. Se o seu cão não estiver bem, é crucial praticar uma boa higiene, inclusive evitando que ele o lamba.

Os cães não apenas podem transferir suas doenças, mas muitas vezes comem lixo, comida podre ou até cocô de cachorro, que pode acabar em contato com sua pele ou boca se você deixá-los lamber você. Embora esses produtos possam não deixar seu cão doente, eles podem deixar você ou outra pessoa doente.

Deixar seu cão lamber você na boca não é uma boa ideia, e se o seu cão lambe você em outro lugar, limpar bem esse local ajudará a evitar a propagação da doença.

Pratique uma boa higiene e certifique-se de lavar as mãos com água e sabão depois de tocar no seu cão. As crianças são mais propensas a encorajar lambidas excessivas por meio de gritos e risadas, o que pode incentivar seu cão a fazê-lo mais. Não apenas isso, mas como as crianças são menores, elas podem lutar para se defender das lambidas de um cão excessivamente amigável. 

O treinamento adequado e a consistência ensinarão ao seu cão que nenhuma lambida é aceitável, e as crianças e convidados agradecerão pelo esforço!

O que fazer quando seu cachorro não para de lamber

Se você notar que seu cão lambe constantemente ou se ele não para de lamber, você pode ficar frustrado.

A lambida excessiva do cão pode ser um desafio para gerenciar e pode ser um sintoma de um problema subjacente. A primeira coisa a lembrar é que seu cão precisa de alguma compreensão. Um cachorro lambendo excessivamente não fará isso para incomodá-lo e provavelmente precisará de ajuda para parar.

O próximo passo para resolver os problemas de lamber do seu cão é descartar um problema médico. Uma visita ao seu veterinário pode ajudar a descartar alguns problemas comuns, como infestação de pulgas, doenças de pele e dores, como artrite.

Uma investigação mais aprofundada pode ser necessária uma vez que as coisas óbvias tenham sido descartadas. Seu veterinário pode recomendar exames de sangue ou imagens. Doenças como artrite, hipotireoidismo ou hiperadrenocorticismo (de Cushing), pode levar a lambidas excessivas e pode precisar ser resolvido para que o problema pare.

Como seu veterinário descarta problemas de saúde, eles podem sugerir que a lambida do seu cão pode ser comportamental. Frustração, ansiedade e tédio podem causar lambidas excessivas em cães específicos e precisarão de tempo para consertar.

Um cão lambendo excessivamente por razões comportamentais pode se beneficiar de mudanças de horário, treinamento comportamental ou medicamentos prescritos para ajudar a acalmá-lo. Seu veterinário irá ajudá-lo com isso e aconselhar sobre o melhor próximo passo para o seu cão.

Quando o cão lamber é preocupante?

Se você está se perguntando por que meu cachorro lambe tudo constantemente, então a lambida é provavelmente um motivo de preocupação. No entanto, como dono, você provavelmente saberá o que é normal para o seu cão, e se você acha que a lambida do seu cão é uma preocupação, provavelmente é.

Lamber uma área específica pode sinalizar doença. Por exemplo, um cachorro lambendo o cotovelo pode ter artrite, ou uma cadela lambendo seus genitais pode ter uma infecção. Por outro lado, lambidas generalizadas podem ser um sinal de problemas comportamentais ou coceira geral causada por alergias ou infestação de pulgas.

Cada cão é diferente e a quantidade de lambidas varia de um cão para outro. No entanto, uma mudança repentina na lambida do seu cão provavelmente é desencadeada por algo e não deve ser ignorada.

Preocupações com a saúde física e problemas comportamentais podem desencadear lambidas excessivas, por isso nem sempre é fácil decifrar o que está acontecendo.

A maioria dos cães só lambe ocasionalmente e não por muito tempo. No entanto, se você notar que seu cão lambe com frequência ao longo do dia ou por longos períodos, isso é incomum e deve ser abordado. Seu veterinário poderá ajudá-lo a decifrar se a lambida do seu cão é motivo de preocupação e, em seguida, poderá ajudá-lo a corrigi-lo.

Cachorro sentado e lambendo as pernas

Lamba, lamba!

Lamber é uma atividade diária para a maioria dos cães se relacionar com outros cães e explorar seu ambiente. No entanto, enquanto o olfato de um cão é muito mais refinado que o nosso, seu paladar é menos desenvolvido. 

A maioria dos cães não terá problemas em lamber e só o fará em determinadas situações, mas merece investigação quando lamber se tornar um problema.

Doença de pele, dor, fome, sede e náusea são apenas alguns problemas de saúde que podem levar um cão a lamber. O aconselhamento veterinário pode ajudá-lo a chegar ao fundo dos problemas de saúde do seu cão, se eles não forem imediatamente aparentes.

Tédio, frustração e ansiedade também podem desencadear lambidas e podem exigir a exclusão de problemas de saúde antes de fazer um diagnóstico.

Manter seu cão saudável por meio de tratamento regular de parasitas, alimentação de boa qualidade e visitas regulares ao veterinário pode ajudar a prevenir problemas de saúde que levam a lambidas. Manter uma boa rotina com exercícios e treinamento regulares manterá seu filhote estimulado e em forma, removendo o tédio e o estresse que podem levar a comportamentos de TOC, como lamber.

O compartilhamento é cuidar!

Helen Roberts DVM

AUTOR

A trajetória de Helen na medicina veterinária é marcada pela dedicação à prática de pequenos animais e pela sede de experiências diversas. Ela se formou na Massey University em 2016, iniciando sua carreira em uma clínica rural em Canterbury, Nova Zelândia, antes de se aventurar no Reino Unido em busca de novos desafios. O amor de Helen pelos animais sempre esteve no centro da sua paixão, e o seu sonho de trabalhar com eles tornou-se uma realidade.

Recomendado

Dia Mundial do Veterinário

Comemorando o Dia Mundial da Veterinária de 2024

5 min read

Subscreva a nossa newsletter

Deixe seu e-mail abaixo para fazer parte do time I Love Veterinary e desfrutar de novidades regulares, atualizações, conteúdo exclusivo, novidades e muito mais!