Vet Community Unite: 10 razões por trás das clínicas veterinárias com falta de pessoal (mais soluções)

Práticas veterinárias com falta de pessoal

O número de clínicas veterinárias com falta de pessoal está aumentando a um ritmo alarmante. A falta de pessoal pode causar muitas dificuldades em todos os aspectos de qualquer prática veterinária. O que faz com que os hospitais de animais tenham falta de pessoal?

Neste artigo, vamos nos aprofundar no motivo pelo qual as clínicas veterinárias estão com falta de pessoal. Continue lendo para descobrir mais!  

Médica veterinária na clínica veterinária

Da linha de frente: as 10 principais razões para clínicas veterinárias com falta de pessoal

Ser insuficiente pode causar uma série de problemas para qualquer prática veterinária. Por exemplo, você pode perder seus funcionários atuais para o esgotamento porque eles devem fazer horas extras para cobrir a falta.

O esgotamento é perigoso, pois pode fazer com que os funcionários comecem a perder a paciência com seus clientes, o que pode fazer com que você corra o risco de perder clientes. Esta seção discute as 10 principais razões para clínicas veterinárias com falta de pessoal. Vamos cavar!

Razão 1–Medidas de economia de custos

Todo proprietário de clínica veterinária adora quando sua clínica obtém lucros. Nesse sentido, eles implementam algumas medidas para garantir que eles alcancem a lucratividade.

Por exemplo, a maioria das clínicas veterinárias implementa medidas de economia de custos, como reduzir a força de trabalho. Além disso, eles também preferem pagar horas extras em vez de obter ajuda.

No entanto, essa estratégia leva ao esgotamento hospitalar e à fadiga por compaixão. No final, afeta os resultados do hospital veterinário.

É um segredo aberto que ambientes de trabalho estressantes podem afetar até mesmo seus funcionários mais comprometidos. Além disso, trabalhar demais pode causar maior estresse na vida pessoal de seus funcionários.

Soluções

Aqui estão algumas dicas essenciais que você pode considerar para tornar sua prática veterinária eficiente e lucrativa:

Atraia mais pacientes para aumentar os lucros

Proprietários de hospitais veterinários devem considerar atrair mais pacientes para obter mais lucros. Dessa forma, você não teria que sobrecarregar seus funcionários para economizar nos custos operacionais.

Os relatórios sugerem que a maioria das clínicas veterinárias está com falta de pessoal. Como resultado, eles às vezes ficam sobrecarregados e precisam mandar alguns clientes embora. Portanto, se você puder contratar pessoal suficiente para sua prática, não precisará mandar nenhum cliente embora.

A longo prazo, você terá uma clientela feliz e uma equipe motivada. Esta é, sem dúvida, a melhor maneira de lidar com os resultados financeiros da sua clínica. Algumas dicas para atrair mais clientes para sua prática veterinária incluem:

  • Recompense seus clientes leais com mercadorias promocionais gratuitas com o logotipo, nome e contato de sua clínica.
  • Tenha um blog veterinário onde você educa e entretém os clientes. O blog permite que você envolva novos donos de animais de estimação.
  • Certifique-se de que seus clientes conheçam as pessoas por trás de sua prática.
  • Ofereça um excelente atendimento ao cliente.
Ajuste suas opções de pagamento

Existe uma forte ligação entre humanos e animais. Esse vínculo geralmente causa conversas carregadas de emoção entre veterinários e donos de animais, especialmente quando as finanças são escassas em uma situação de vida ou morte.

A maioria dos veterinários concorda que os animais de estimação merecem algum nível de cuidado veterinário. Eles também apreciam que isso afeta seus clientes mental e emocionalmente quando eles não podem pagar pelos cuidados veterinários.

No entanto, a medicina veterinária é um negócio e os hospitais veterinários devem cobrar por seus serviços. Portanto, os veterinários devem encontrar maneiras inovadoras de garantir que seus clientes paguem pelos serviços que recebem. É por isso que você encontra muitas clínicas veterinárias com planos de pagamento que seus clientes podem escolher.

Por exemplo, as clínicas veterinárias podem implementar o pagamento direto ou adiantado no balcão, a menos que os donos dos animais apresentem comprovante de seguro.

Porém, estudos confirmaram que discutir finanças com clientes é um fator de estresse para os veterinários. Você pode usar estas dicas para comunicar questões financeiras com os clientes:

  • Não discuta finanças em um local público como a sala de espera.
  • Seja empático e compassivo durante as conversas.
  • Ofereça aos clientes várias opções de tratamento.
  • Incentive seus clientes a fazerem um seguro para animais de estimação.
Aproveite os Freelancers 

A terceirização de parte do trabalho para freelancers é uma maneira inteligente de equilibrar economicamente a carga de trabalho de sua clínica. Portanto, os proprietários de clínicas veterinárias devem contratar assistentes virtuais autônomos para cuidar da administração do escritório, se e quando necessário.

Além disso, você pode contratar especialistas ocasionalmente para cuidar de determinados problemas, como cirurgias corretivas. Isso garante que você satisfaça seus clientes sem ter que contratar alguém em tempo integral, e você só precisaria de seus serviços às vezes.

Os benefícios de usar freelancers incluem o seguinte:

  • Ele permite que você toque em conjuntos de habilidades únicas.
  • É mais econômico do que contratar funcionários em tempo integral.
  • Eles permitem que você lide com aumentos de carga de trabalho sazonais ou temporários.
  • Eles também permitem que você dimensione seus negócios com risco mínimo.

Razão 2– Escassez de Pessoal Qualificado/Falta de Disponibilidade de Especialistas

Estudos revelaram que a demanda por veterinários qualificados e técnicos veterinários está aumentando significativamente. Essa tendência levou muitos hospitais de animais a experimentar escassez de pessoal. As clínicas veterinárias especializadas são as mais afetadas por esse desafio.

Por exemplo, de acordo com a American Veterinary Medical Association, os pedidos de consultas veterinárias aumentaram mais de 50% nos últimos anos. Como resultado, as clínicas têm mais pacientes, levando os atuais veterinários a fazer horas extras para atender à necessidade.

Soluções

Felizmente, existem certas medidas que você pode tomar para combater a falta de pessoal qualificado e especialistas. Eles incluem:

Encaminhar casos para ER

Quando você recebe um caso com o qual não consegue lidar em sua clínica veterinária, é aconselhável encaminhá-lo para uma unidade de emergência e cuidados intensivos perto de você. Essas instalações oferecem serviços veterinários de emergência e cuidados intensivos para pacientes gravemente enfermos.

Quando você trabalha com um veterinário de referência, permite que seus clientes tenham acesso à tecnologia médica veterinária atualizada e aos procedimentos mais recentes. Hospitais veterinários de referência também possuem tecnologias de diagnóstico que podem ser muito caras para sua prática.

Além disso, encaminhar casos complicados reflete bem em você, mostrando aos donos de animais que você aprecia um tratamento abrangente. Seus clientes serão leais a você e seus animais de estimação receberão os melhores cuidados.

Equipar ER para ajudar

Se você oferece serviços veterinários especializados e de emergência, certifique-se de equipar as instalações para ajudar. Por exemplo, a instalação deve incluir:

  • Os mais recentes equipamentos de laboratório e diagnóstico e tecnologias avançadas de medicina veterinária. Isso permite que os especialistas que trabalham em um hospital veterinário de emergência forneçam tratamento especializado com eficiência.
  • A instalação deve ser confortável e ter espaço suficiente para animais de estimação e suas famílias.
  • Também deve ter salas de recuperação com monitoramento de vídeo em tempo real para animais de estimação que passaram por cirurgia para se recuperar.
  • Acima de tudo, deveria contar com especialistas em pet care, incluindo cirurgia, diagnóstico por imagem, oncologia, emergência e cardiologia.
Compartilhamento da carga de trabalho sempre que possível

O esgotamento veterinário geralmente ocorre quando há uma incompatibilidade entre os veterinários e seu ambiente de trabalho. A incompatibilidade de carga de trabalho ocorre quando a carga de trabalho de um veterinário ultrapassa sua capacidade de acompanhar fisicamente e mentalmente.

Os veterinários podem gerenciar melhor sua carga de trabalho aprendendo a delegar decisões à equipe de suporte. Quando você abre mão do controle em algumas áreas, isso permite que você tenha mais controle sobre sua carga de trabalho pessoal. Portanto, considere compartilhar a carga de trabalho sempre que possível para economizar energia para as tarefas que exigem apenas suas habilidades.

Veja como você pode compartilhar sua carga de trabalho:

  • Terceirize tarefas não clínicas, como limpeza, para outras empresas.
  • Utilizar inovações tecnológicas para automatizar e agilizar processos administrativos e de gestão. Além disso, você pode usar um aplicativo para automatizar o agendamento e confirmação de compromissos, pagamentos virtuais e lidar com outras tarefas comuns.
  • Certifique-se de que seus técnicos veterinários usem suas habilidades ao máximo. Não os envolva em atividades como preencher documentos ou inserir registros médicos. Isso libera seu tempo para realizar tarefas que alavancam suas habilidades.
  • Considere contratar uma triagem externa ou um telefone para lidar com as ligações dos clientes.
Adote condições holísticas de trabalho   

Há uma percepção errada entre alguns empresários de que salários baixos e longas horas de trabalho podem ajudá-los a serem mais lucrativos. No entanto, essa noção impedirá que sua prática veterinária atraia veterinários qualificados para seu hospital veterinário.

Como resultado, você provavelmente acabará com falta de pessoal, especialmente ao lidar com casos que exigem habilidades especializadas. Nesse sentido, os departamentos de contratação de clínicas veterinárias devem mudar a percepção de baixos salários e longas jornadas. Em vez disso, eles devem adotar condições de trabalho mais holísticas.

Um ambiente de trabalho holístico preocupa-se com o bem-estar mental, emocional, físico, social, intelectual e espiritual do veterinário. Isso significa olhar para seus funcionários além de seus salários e bônus.

Aqui estão algumas dicas que você pode usar para criar um ambiente de trabalho holístico:

  • Certifique-se de entender seus funcionários pessoalmente. Conheça os sentimentos, pensamentos e ideias de seus funcionários.
  • Veja se você pode ajudar seus funcionários a encontrar seu senso de propósito.
  • Forneça a eles iniciativas e suporte personalizados.
  • Incentive todos em sua prática a estarem fisicamente aptos.
Enfermeiras de clínica veterinária

Motivo 3–Má gestão/abuso verbal da equipe

A gestão de clínicas veterinárias é um enorme desafio. Isso se torna ainda mais desafiador quando você está gerenciando uma prática com falta de pessoal. Em nossa pesquisa para determinar os desafios enfrentados pelos médicos veterinários, descobrimos que eles enfrentam três problemas principais de gerenciamento:

  1. Eficiência das operações.
  2. Cultura de trabalho fraca.
  3. Pacotes de compensação ruins.

Por exemplo, quando você não administra bem a carga de trabalho, sobrecarregará alguns de seus funcionários. Isso leva ao esgotamento e afeta o desempenho da equipe. Muitos veterinários também se queixam de que precisam fazer muita papelada e tarefas de gerenciamento que consideram onerosas.

Além disso, uma cultura fraca no local de trabalho afeta a rotatividade de pessoal. Um relatório recente revelou que veterinários e técnicos veterinários levantaram preocupações sobre culturas fracas no local de trabalho. O ambiente tóxico inclui abuso verbal da equipe. Nesse sentido, eles desejam uma cultura de trabalho mais solidária e colaborativa.

Além disso, alguns veterinários afirmam que querem lidar com animais, não humanos. No entanto, os proprietários geralmente preferem ouvir algo diferente do conselho dos veterinários. Além disso, a infinidade de sites que oferecem opiniões errôneas sobre saúde animal não ajuda nessa questão.

Pacotes de remuneração ruins são resultado de má gestão. Quando as clínicas veterinárias não compensam seus funcionários adequadamente, eles provavelmente partirão mais cedo ou mais tarde para procurar pastos mais verdes.   

Soluções

Proprietários de clínicas veterinárias podem adotar várias estratégias para lidar com má administração e abuso verbal da equipe. Abaixo estão as dicas mais notáveis ​​para começar:

Responsabilize todas as partes interessadas por suas ações

Para um funcionamento mais eficiente de uma instalação veterinária, todas as partes interessadas devem desempenhar seus papéis com responsabilidade. Além disso, cada um deles deve ser responsável por suas ações. Todo um ecossistema envolve o dono do animal, incluindo veterinários, varejistas, abrigos de animais e criadores.

Nesse sentido, devemos responsabilizar os donos de animais por suas ações. Por exemplo, se eles abusam verbalmente de veterinários e técnicos veterinários, deve haver um sistema para cuidar disso.

Por outro lado, os profissionais também devem desempenhar suas funções da melhor maneira possível. Eles também devem ficar longe de altercações desnecessárias com seus clientes.

Em suma, todas as partes interessadas devem subscrever a noção de respeito mútuo. Se conseguirmos isso, daremos um passo para criar um ambiente de trabalho melhor para todos os envolvidos.

Agendamento adequado 

O gerenciamento adequado de uma clínica veterinária significa o agendamento adequado das tarefas da equipe. Isso inclui cumprir as horas de prática para evitar sobrecarregar seus funcionários. Além disso, considere realizar reuniões matinais ou antes do turno para revisar as tarefas de todos.

Este exercício ajuda você a antecipar os desafios de pessoal e permite que você organize soluções alternativas antes do início dos agendamentos dos pacientes. Por fim, certifique-se de envolver os membros de sua equipe ao agendar o trabalho para que se sintam parte da equipe.

Aqui estão algumas dicas para tornar seu agendamento mais eficiente:

Plano para Emergências

Ajudaria se você se preparasse para emergências para tornar suas operações mais eficientes. Quando o dono de um animal de estimação vai a um hospital veterinário de emergência, ele espera obter serviços, especialmente se a vida do animal estiver em risco.

Se seus veterinários estiverem de plantão, você deve chamá-los para a clínica. Isso pode ser inconveniente, especialmente no meio da noite.

Considere ter uma ou duas pessoas de plantão para lidar com emergências. Essa abordagem garante que suas operações sejam executadas sem problemas, mesmo quando outros membros da equipe estão de folga.

Morda o que você pode mastigar!

Todo mundo quer lucrar, certo? No entanto, em busca de lucros, algumas clínicas veterinárias realizam mais consultas do que seus funcionários podem atender.

Morder mais do que você pode mastigar causa sobrecarga veterinária. De fato, estudos mostram que essa sobrecarga torna a prática veterinária mais estressante.

Como resultado, muitos veterinários optam por pastos mais verdes dentro de cinco anos de sua carreira veterinária. Portanto, as clínicas veterinárias não devem receber mais consultas do que a equipe pode atender.

Sua equipe precisa de um tempo de folga!

É essencial planejar os compromissos em torno de intervalos adequados para a equipe. Não negligencie o bem-estar de sua equipe ao planejar compromissos para seus clientes. Portanto, a equipe que agenda as consultas dos clientes deve conhecer os horários do veterinário.

Por exemplo, se o seu especialista estiver de folga na quarta-feira à tarde, evite marcar consultas que requeiram os serviços do veterinário. Quando você mostra apreço pelo bem-estar de sua equipe, seu desempenho melhora quando estão de plantão. Lembre-se, somos apenas humanos!

Continue aprendendo

A educação é uma atividade vitalícia, inclusive para gerentes e proprietários de hospitais veterinários. Nesse sentido, gerentes e proprietários devem participar de cursos para ensiná-los a administrar suas práticas veterinárias e gerenciar sua equipe com mais eficiência.

Felizmente, as inovações tecnológicas tornaram o aprendizado mais conveniente. Você pode aprender com os melhores por meio de canais online como YouTube e sites. Os gerentes devem aproveitar esses recursos para aprimorar suas capacidades.

Forneça soluções relevantes para o setor

Você só pode atender um mercado se conhecer suas necessidades. Portanto, certifique-se de entender o que seus clientes desejam, pois isso afeta os serviços que você oferecerá.

Por exemplo, se o seu hospital veterinário estiver em uma área que precisa de atendimento 24 horas, você terá uma vantagem competitiva se oferecer esse serviço. O conhecimento das necessidades do seu cliente também o ajudará a tomar decisões críticas. Por exemplo, ele irá orientá-lo sobre como melhorar os medicamentos ou atualizar sua tecnologia.

Observe que o conhecimento das necessidades do cliente é um processo contínuo. Você deve estar atento a novas oportunidades e capitalizá-las. Também é essencial manter-se atualizado com as últimas inovações e práticas do setor veterinário.

Como isso ajuda? Bem, você contratará as habilidades certas, oferecendo serviços relevantes de acordo com as necessidades do cliente.

Gestão por Delegação

Você pode tornar seu agendamento mais eficiente delegando tarefas diariamente durante o agendamento. Depois de examinar a agenda de todos, seria útil delegar algumas tarefas para garantir o resultado ideal.

Por exemplo, os funcionários do canil podem fazer mais tarefas administrativas, como segurar animais de estimação enquanto o veterinário tira sangue. Essa abordagem permitirá que o veterinário trabalhe em mais animais em um determinado período de tempo.

Por outro lado, delegue a papelada e outras atividades de gerenciamento para liberar mais tempo para os técnicos veterinários fazerem suas tarefas. Como mencionado anteriormente, eles odeiam papelada!

Envolva os membros da equipe no agendamento   

Implemente uma política de portas abertas e reserve um tempo para ter uma sessão individual com cada um dos membros de sua equipe. Essas sessões também o ajudarão a lembrar a seus funcionários a visão, os valores e o propósito de sua clínica.

Consequentemente, sua equipe compra sua visão, tornando seu trabalho mais significativo. Envolver a equipe no agendamento também torna fácil responsabilizá-los por suas ações.

Razão 4–Baixo salário, falta de benefícios vs. longas horas

Você já ouviu falar da frase “jogar dinheiro em seus problemas?” É o seguinte; essa estratégia nunca funciona em lugar nenhum, inclusive em clínicas veterinárias. Apenas aumentar os salários de seus veterinários e técnicos veterinários não é a resposta!

Pagamento suficiente não produz satisfação no trabalho; em vez disso, cria uma falta de satisfação. Para oferecer satisfação à sua equipe, as clínicas veterinárias devem adotar uma abordagem mais holística ao abordar as condições de trabalho. As clínicas também devem desenvolver um modelo de remuneração que promova o trabalho em equipe, em vez de uma competição agressiva.

Mas criar tal modelo não é simples porque você encontrará desafios sem precedentes se cometer um único erro. Por outro lado, se você não atualizar suas políticas, ficará atolado no passado.

Soluções

Como você lida com salários baixos, falta de benefícios e jornada de trabalho? Geralmente, você precisa desenvolver incentivos financeiros e não financeiros. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a criar uma estrutura mais abrangente:

Salários dignos aumentados

Essa solução só pode ser eficaz se você combiná-la com outras estratégias. No entanto, é um ponto de partida crítico. Certifique-se de que os salários de seus funcionários sejam competitivos ao compará-los com os padrões do setor.

Segundo vários relatos, muitos veterinários fogem da profissão por causa de estruturas de pagamento precárias. Você pode conter essa tendência oferecendo melhores salários para seus funcionários. Uma opinião impopular seria discutir com seus funcionários suas expectativas em termos de remuneração.

Programa de Equilíbrio Trabalho-Vida Pessoal

Veterinários e técnicos veterinários que sofrem de exaustão tornaram-se predominantes. Funcionários de clínicas veterinárias precisam trabalhar mais e mais para compensar a falta de pessoal. Além disso, eles devem atuar nos níveis mais altos, apesar do cansaço e problemas de saúde. Essa é uma estratégia autodestrutiva porque os funcionários eventualmente se esgotam e desistem.

Portanto, garanta que sua equipe tenha férias, incluindo almoço e intervalos diários. O tempo longe de suas responsabilidades veterinárias permite que eles recarreguem suas baterias e voltem ao trabalho revigorados. Também ajudaria a considerar a instituição de horários não tradicionais para cuidar de funcionários com problemas pessoais.

Banir o agendamento 

Para agendar seus compromissos com eficiência, você deve equilibrar a entrada de pessoas suficientes, cuidar de emergências e manter o tempo de espera baixo. Isso ajudará a tornar o dia de seus funcionários mais tranquilo, sem períodos de calmaria e horários de pico.

Você pode garantir a eficiência do agendamento usando o software de agendamento de consultas veterinárias. Além disso, você pode usar o agendamento de fluxo, que é um agendamento específico de tempo. Essa abordagem de reserva atribui aos clientes intervalos de tempo específicos, permitindo o processamento eficiente e simplificado dos clientes.

Apresentar programas de saúde e bem-estar 

O bem-estar não é unidimensional. Tem múltiplas dimensões que abrangem todos os aspectos da vida dos veterinários e dos técnicos veterinários. Portanto, os hospitais veterinários devem introduzir programas de saúde e bem-estar para seus funcionários.

Esses programas devem abordar as seguintes dimensões do bem-estar:

  • Ocupacional: Esses programas abordarão o trabalho dos funcionários. Certifique-se de que as atividades de seus funcionários lhes proporcionem satisfação e estejam alinhadas com seus objetivos, valores e estilo de vida.
  • Emocional: A clínica veterinária deve ter programas que permitam identificar e gerenciar toda a gama de emoções de seus funcionários e garantir que eles procurem ajuda sempre que necessário.
  • Intelectual: Você também deve ter estratégias que permitam que seus funcionários aprendam coisas novas. Além disso, exponha-os a atividades que estimulem o pensamento crítico e ampliem suas visões de mundo.
  • Financeiro: Os gerentes de clínicas veterinárias devem instituir programas que treinem sua equipe na gestão financeira adequada. Por exemplo, eles devem aprender como administrar finanças pessoais e manter seus orçamentos para cumprir obrigações financeiras.
  • Física: Você também deve ter programas incentivando os funcionários a cuidar de seus corpos. Por exemplo, incentive-os a dormir o suficiente, comer uma dieta balanceada e se exercitar regularmente.
  • Social: Os seres humanos são criaturas sociais, incluindo veterinários. Portanto, sua prática veterinária deve incentivar os funcionários a se cercarem de uma rede de apoio. Por exemplo, incentive-os a ingressar em diferentes associações onde possam conhecer pessoas com interesses mútuos.
  • Espiritual: Os hospitais veterinários devem ter programas que incentivem os funcionários a buscar seus interesses espirituais. Isso pode incluir alocar aos trabalhadores muçulmanos um local onde eles possam orar durante seus períodos de oração.

Banir o pagamento baseado na produção

Esteja você administrando um hospital veterinário de emergência ou uma clínica veterinária móvel, você precisa de um modelo de remuneração para seus funcionários. No passado, prevaleciam os modelos de pagamento baseados na produção.

No entanto, os veterinários de hoje preferem algo diferente, graças a uma mudança cultural considerável no setor. Portanto, é importante considerar esses desenvolvimentos ao planejar o futuro.

Os fatores a serem considerados ao escolher um modelo de remuneração incluem o seguinte:

  • A cultura prática que você deseja desenvolver.
  • Os requisitos do sistema hospitalar, como a capacidade de acompanhar a produção individual e a capacidade de sua equipe de aprender e implementar novos procedimentos.
  • Quem assumirá o risco da prática em caso de má gestão, falta de pessoal ou desastres naturais?  

Embora existam muitos modelos de remuneração que você pode escolher, a maioria enfatiza a produção - no entanto, o profissional veterinário moderno valoriza o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, ambientes de trabalho saudáveis ​​e trabalho em equipe.

Portanto, seu modelo de remuneração deve integrar várias abordagens que valorizam as contribuições individuais e da equipe. Este é um modelo de trabalho em equipe em que os funcionários recebem um salário base consistente mais bônus com base nas métricas de desempenho individual e da equipe.

Papel das Associações Profissionais Veterinárias

Uma frente unida dos profissionais veterinários para exigir melhores salários e condições de trabalho é outra excelente estratégia para conter os baixos salários. Quando os profissionais veterinários defendem seus direitos por meio de associações, as partes interessadas relevantes tomam nota.

Por exemplo, as associações podem envolver agências governamentais relevantes para desenvolver políticas que orientem os proprietários de clínicas veterinárias sobre os salários. Essas políticas garantirão que nenhum veterinário ou técnico veterinário sofra nas mãos de empresários sem escrúpulos.

Apresente e treine freelancers 

Esta solução ajudará as clínicas veterinárias a evitar o excesso de trabalho de seus funcionários. As clínicas veterinárias podem ter freelancers que ajudam a reduzir a carga de trabalho em períodos específicos. Também é importante dar aos freelancers um lugar na agenda.

Além de sentir-se durante as cargas de trabalho extras, os freelancers oferecem aos hospitais de animais experiências e percepções únicas. Além disso, como os freelancers trabalham com várias empresas, eles oferecem muitas conexões que sua empresa pode aproveitar.

Motivo 5–Estresse

Em um dia típico, um veterinário tem que lidar com telefones tocando, donos de animais de estimação descontentes, cães mordendo e longas horas de trabalho. Todos esses obstáculos que eles precisam superar tornam seu trabalho muito estressante. Infelizmente, nem todos os veterinários e técnicos veterinários conseguem lidar com o estresse e, portanto, desistem.

Consequentemente, o setor de medicina veterinária acaba sendo insuficiente. Os proprietários de clínicas veterinárias devem implementar várias medidas para reduzir os níveis de estresse no ambiente de trabalho.

Soluções

Como você lida com os níveis de estresse no local de trabalho? Leia abaixo algumas dicas essenciais.

Gerenciamento adequado da carga de trabalho

Já discutimos várias medidas que um proprietário de clínica veterinária pode tomar para gerenciar a carga de trabalho da equipe. No entanto, quando se trata de estresse, ajudaria a garantir que você promova os membros da equipe para equilibrar o trabalho e a vida de maneira adequada.

Você pode conseguir isso trazendo trabalhadores autônomos ou autônomos para permitir o descanso adequado da equipe. Além disso, considere realizar reuniões regulares de bem-estar para descobrir como os funcionários se sentem e fornecer ideias para lidar com a situação.

A gerência também deve identificar as causas do estresse no local de trabalho e fornecer soluções adequadas. Além disso, eles devem treinar os membros da equipe para reconhecer quando seus colegas estão estressados ​​e oferecer ajuda.

Finalmente, é essencial notar que um homem faminto é um homem zangado! Nesse sentido, converse com seus funcionários para fazerem refeições saudáveis. Você pode estocar lanches saudáveis ​​no local de trabalho, como nozes, grãos integrais e frutas.

Aumente o moral da equipe com frequência

Funcionários motivados têm ótimo desempenho no local de trabalho, incluindo profissionais veterinários. Como você aumentaria o moral dos funcionários do hospital veterinário?

  • Sirva com seus colegas de trabalho fora do ambiente normal de trabalho para promover o trabalho em equipe e melhorar a comunicação. Por exemplo, trabalhar juntos em uma causa de caridade permitirá que os membros da equipe formem um vínculo comum.
  • Ofereça aos membros de sua equipe sincera gratidão por seus serviços. Estudos têm mostrado que dar e receber agradecimentos aumenta a auto-estima, a saúde psicológica e a satisfação no trabalho. Além disso, ajudaria fazer isso em tempo real, para que você não esqueça.
  • A gerência da clínica veterinária pode se inscrever para lancheiras por assinatura. Os serviços de assinatura garantem um fornecimento contínuo de incentivos na clínica. Além disso, a maioria dos serviços de assinatura oferece lanches personalizados para garantir que você não deixe de fora funcionários com restrições alimentares.
  • As clínicas veterinárias também podem instituir programas de reconhecimento ponto a ponto. Esses programas fornecem uma plataforma para feedback preciso e promovem o trabalho em equipe por meio do respeito e do reconhecimento mútuo.
  • Os gerentes também podem apoiar a educação contínua da equipe e interesses especiais. Exemplos de suporte que eles fornecem incluem suporte financeiro para que os funcionários participem de conferências e paguem mensalidades e licenças. Além disso, você pode permitir que eles estudem durante o tempo de inatividade e expressem interesse em suas atividades.   

Razão 6–Lesões em serviço

Segundo estudos, trabalhadores de clínicas veterinárias costumam perder até 13 dias de trabalho devido a acidentes de trabalho. As principais causas de lesões físicas para funcionários em clínicas veterinárias incluem:

  • Mordidas de gato e cachorro.
  • Arranhões de gato.
  • Lesões nas costas por levantar animais de estimação pesados.
  • Lâmina de bisturi corta.

Por outro lado, a exposição a produtos químicos como formalina, anti-pulgas, reveladores de raios-X, glutaraldeídoe anestésicos gasosos podem causar náuseas, dores de cabeça e alergias. Portanto, há uma necessidade de encontrar uma solução para os casos de acidentes de trabalho.

Soluções

Como você lida com lesões em sua prática veterinária? Considere estas sugestões: 

Invista em um programa de saúde mental e sessões de terapia quando necessário

Proprietários de clínicas veterinárias devem investir em programas de saúde mental para ajudar os trabalhadores feridos a se recuperarem rapidamente. Quando um animal ataca e fere um funcionário, o empregador deve segurar sua mão para garantir que ele esteja bem física e emocionalmente.

Prevenção é melhor que a cura

Os empregadores em clínicas veterinárias devem investir em programas abrangentes de segurança e saúde. Os programas esclarecem os funcionários sobre riscos e controle de infecções e aprimoram hábitos seguros. Também ajudará a administração a treinar os funcionários sobre como lidar com alergias e lesões.

As clínicas também podem fornecer políticas de manejo de animais e treinamento sobre como lidar com animais agressivos, incluindo como usar focinheiras. Eles também podem pedir aos funcionários ideias sobre como tornar o local de trabalho mais seguro.

Profissional de saúde com enfermeira ferida

Motivo 7–Falta de respeito dos pais do animal de estimação

Lidar com pais de animais desrespeitosos pode ser desgastante para os funcionários da clínica veterinária. Trabalhar em um hospital de animais significa que você encontra pais de animais de estimação zangados ou aflitos. Lidar diariamente com donos de animais rudes, culpados e difíceis pode prejudicar a saúde mental dos trabalhadores.

Estudos têm mostrado que o comportamento dos pais de animais de estimação está entre as principais causas de estresse para os funcionários da clínica veterinária. Como mencionamos, alguns não conseguem lidar com o ambiente de trabalho estressante e, portanto, abandonam essa nobre profissão por algo menos estressante.

Soluções

Felizmente, as clínicas veterinárias podem implementar várias medidas para ajudar a lidar com pais de animais de estimação desrespeitosos. Algumas estratégias essenciais incluem o seguinte:

Educar o público sobre a importância da equipe veterinária

Alguns donos de animais de estimação não apreciam o papel que a equipe da clínica veterinária desempenha. Por exemplo, eles podem pensar que apenas os médicos desempenham um papel crucial na saúde de seus animais porque os tratam.

Nesse sentido, eles podem pensar que outros membros da equipe, como recepcionistas, faxineiros e outros funcionários de apoio, não desempenham nenhum papel importante. Portanto, ajudaria a educar os donos de animais de estimação sobre os papéis críticos que esses membros da equipe desempenham.

Uma vez que eles entendam como esses funcionários são importantes para as operações da clínica, eles os tratarão melhor. Por outro lado, você deve treinar os membros da equipe para lidar com pais de animais de estimação difíceis.

Incentive o público a investir em seguro para animais de estimação para cobrir a maioria dos custos veterinários

As clínicas veterinárias são empresas que precisam de dinheiro para manter suas operações. No entanto, eles não podem ter esses fundos se seus clientes não pagarem pelos serviços.

Todos os proprietários de clínicas veterinárias dirão que seu amor pelos animais os levou a iniciar seus negócios. Como resultado, eles achariam difícil equilibrar cuidar dos animais e garantir que sejam pagos por seus serviços. Por exemplo, um hospital veterinário de emergência acharia difícil tratar um animal que exigisse atendimento de emergência e os pais não tivessem dinheiro ou seguro.

Para evitar tais situações, as clínicas veterinárias podem fazer parceria com seguradoras de animais para incentivar seus clientes a investir em seguros para animais de estimação. Eles podem ter panfletos ou brochuras das empresas da clínica para ajudar a educar os clientes.

Enviar funcionários para dias de carreira para educar o público

Ter os membros da equipe interagindo com o público fora do ambiente clínico também é crítico. Por exemplo, os membros da equipe podem participar de dias de carreira e educar o público sobre as operações das clínicas de animais de estimação.

Durante as sessões, eles podem orientar os tutores sobre como lidar com seus animais de estimação, agendar consultas e oferecer outras dicas de bem-estar animal. Essa interação cria um bom relacionamento entre o público e a equipe clínica, facilitando a interação na clínica.

Razão 8–Cultura de Trabalho Tóxico

A indústria veterinária é uma indústria com fins lucrativos que lida com situações de vida e morte, tornando-a emocionalmente desgastante. Tal ambiente pode facilmente deixar a toxicidade passar pela porta.

Além disso, especialistas do setor afirmam que a maioria dos veterinários é introvertida, portanto, não tem capacidade para gerenciar equipes. Os especialistas argumentam que ninguém disse aos veterinários que eles cuidariam de pessoas; portanto, eles precisam aprender como!

Além disso, os funcionários podem trazer suas questões pessoais para o local de trabalho, tornando o ambiente de trabalho tóxico. Aqui estão os sinais de um ambiente de trabalho tóxico:

  • Comunicação pobre.
  • Cliques no local de trabalho.
  • Pessoas se sentindo sobrecarregadas.

Soluções  

Então, como você conserta um ambiente de prática veterinária de toxina? Considere as seguintes dicas:

Criar Programas de Saúde e Incentivar a Equipe

A saúde da equipe contribui para criar um ambiente de trabalho tóxico. Nesse sentido, os proprietários de clínicas veterinárias devem criar programas de saúde para ajudar seus funcionários a se manterem saudáveis.

Por exemplo, uma clínica veterinária pode fazer parceria com treinadores de saúde e fitness que podem realizar algumas sessões na clínica uma vez por semana. Os exercícios ajudarão a reenergizar os membros da equipe e funcionarão como uma sessão de união brilhante.

Além disso, os empregadores podem usar incentivos de funcionários para mostrar que apreciam seus funcionários. Quando os funcionários perceberem que você os aprecia, eles ficarão mais felizes, reduzindo a probabilidade de um ambiente tóxico surgir.

Apresente programas de valorização dos funcionários

Como afirmamos anteriormente, os programas de valorização dos funcionários podem ajudar a aumentar o moral no local de trabalho. No entanto, certifique-se de que os programas não promovam uma competição agressiva e promovam a cooperação.

Por exemplo, o programa deve buscar valorizar a equipe antes dos indivíduos. Isso incentivará as equipes a se esforçarem para ter um desempenho melhor.

Forneça à gerência e à equipe as ferramentas certas para realizar seu trabalho com eficiência

Você deve fornecer à sua equipe veterinária as ferramentas necessárias para desempenhar suas funções com eficiência. Algumas das ferramentas que você pode considerar fornecer para sua equipe incluem:

  • Software e tecnologia para ajudar em tarefas como lembretes de compromissos automatizados, agendamento online, e gerenciamento de prescrição.
  • Você também precisa das seguintes ferramentas essenciais para garantir que a equipe tenha um desempenho eficaz:
    • Tabelas de exames e procedimentos: Cada sala de tratamento deve ter uma mesa de tratamento de acordo com as necessidades exclusivas de sua clínica. Certifique-se de que a mesa oferece mobilidade, estabilidade e versatilidade.
    • Iluminação adequada garante que o veterinário possa reparar danos físicos com precisão, diagnosticar doenças e oferecer tratamento preciso.
    • Estetoscópios veterinários: Veterinários usam estetoscópios específicos para suas práticas. É uma ferramenta essencial que permite ao veterinário ouvir os sons cardíacos e pulmonares do animal.
    • bombas IV: Quase todas as clínicas veterinárias usam bombas IV para administrar medicamentos, fluidos e outros suplementos, especialmente durante cirurgias.
    • Ultrassonografias veterinárias: Os veterinários usam imagens de diagnóstico para examinar as imagens dentro do corpo do animal de estimação. Tais imagens possibilitam um diagnóstico correto e um tratamento rápido e eficaz.
    • Mídias imagiologia de raios-X máquinas: A radiografia digital e a radiologia permitem que os veterinários obtenham imagens precisas dos músculos, ossos e órgãos internos do animal de estimação.
    • Máquinas de anestesia: Essas ferramentas ajudarão você a evitar que os animais sofram durante lesões, tratamentos e outros protocolos de tratamento.
  • Os gerentes de clínicas veterinárias também devem oferecer a seus funcionários o treinamento necessário para desempenhar bem suas funções. Eles podem fazer isso indiretamente patrocinando talentos promissores para estudar áreas específicas que podem melhorar sua prática.
Crie um ambiente de equipe coeso

A maioria dos proprietários de clínicas veterinárias prefere uma equipe coesa, motivada e coesa. No entanto, criar essa equipe não é um passeio no parque. Criar um ambiente de equipe coeso exige esforço e comprometimento contínuos de todos os envolvidos. Esses esforços devem incluir as linhas de frente na recepção e a equipe de zeladoria.

Então, como você cria uma equipe coesa?

  • Você pode começar construindo relações de confiança entre os membros da equipe e a gerência. A desconfiança geralmente destrói uma equipe, então a administração deve combatê-la a todo custo.
  • Aqueles em posições de liderança devem reconhecer que sua liderança é uma função dentro da equipe, não separada. Por exemplo, os líderes de equipe devem considerar os desejos e necessidades de outras pessoas ao estabelecer as metas do grupo.
  • Todos os membros da equipe devem exercer a justiça. Por exemplo, a clínica deve ter regras iguais em relação à atribuição de tarefas de trabalho e responsabilização das pessoas.
  • Uma política de portas abertas também pode ajudá-lo a tornar sua equipe mais coesa. Essa abordagem de gerenciamento garante que o gerenciamento receba comunicação e feedback dos membros da equipe.

Motivo 9 – Burnout/Mental, Emocional, Exaustão Física/Fadiga

Especialistas em saúde mental descrevem o esgotamento como uma condição em que um funcionário apresenta exaustão emocional, ceticismo e eficácia profissional reduzida. Esta condição geralmente resulta em eficácia reduzida no trabalho.   

Alguns sinais comuns de esgotamento incluem:

  • Dores e cansaço no corpo.
  • Mudança na conduta no local de trabalho, por exemplo, conflito interpessoal e absenteísmo.
  • Auto-sacrifício.
  • Isolamento voluntário.
  • Não aceitar ajuda dos colegas.
  • Estabelecer e ter desafios alcançando metas impraticáveis.

Soluções

Se você perceber que você ou seus colegas estão exibindo algum desses sintomas, tome uma atitude. Não é aconselhável deixá-lo sem controle, pois pode colocar em risco a saúde física e mental da pessoa afetada.

Aqui estão algumas dicas que você pode usar para reduzir o esgotamento dos funcionários:

Elabore um programa com outras práticas próximas para reduzir custos e complementar a receita

O gerenciamento da carga de trabalho é essencial se você deseja garantir que seus funcionários permaneçam energizados. Nas seções anteriores, abordamos como gerenciar sua carga de trabalho.

Além do que discutimos nessas seções, você também pode criar um programa para fazer parceria com outras clínicas próximas. Esses programas permitirão que sua prática reduza os custos operacionais e complemente a renda.

Por exemplo, você pode fazer parceria com clínicas veterinárias especializadas para atender às necessidades específicas de seu cliente. Isso evita que você contrate pessoal ou ferramentas que não usaria com frequência em sua prática.

Outras estratégias que você pode empregar que já discutimos incluem:

  • Investir em um programa de saúde mental e sessões de terapia quando necessário.
  • Criação de um ambiente de trabalho adequado.
  • Agendamento adequado.
Psicólogo tomando notas na terapia

Razão 10 – Estagnação/Sem espaço para crescimento

Uma das principais razões pelas quais os funcionários deixam seus empregos ou ficam desinteressados ​​é a estagnação ou a necessidade de mais espaço para crescimento. Quando os funcionários se sentem estagnados em suas carreiras, eles podem rapidamente se tornar menos motivados.

Considere permitir-lhes espaço para crescimento para mantê-los motivados e engajados. Além disso, você pode realizar avaliações regulares de desempenho e aproveitar as oportunidades para inspirar os membros da equipe a perseguir metas de carreira.

Soluções

Existem várias estratégias que você pode empregar para garantir que os membros de sua equipe não sintam que não há espaço para crescimento em sua prática. Aqui vão algumas dicas essenciais:

Implementar programas de treinamento de pessoal para fornecer oportunidades de crescimento

Isso ajudaria a dar aos membros de sua equipe oportunidades de progredir em suas carreiras. Isso lhes dá algo pelo que lutar. Você pode usar avaliações de desempenho de funcionários para obter informações sobre as aspirações de carreira de seus funcionários.

Isso permitirá que você desenvolva um plano personalizado com cronogramas claros para alcançá-los. Depois disso, permita que eles aprendam novas habilidades, participem de conferências específicas do setor, participem do desenvolvimento profissional e pratiquem a educação vitalícia.  

Incorporar uma metodologia de hospital de ensino

Seu hospital deve ser capaz de identificar os melhores talentos internos e desenvolvê-los. Por exemplo, por meio de avaliações de desempenho da equipe, você pode descobrir os futuros esforços educacionais da equipe de suporte que beneficiarão a prática em uma tentativa de mantê-los.

Você pode oferecer incentivos como empréstimos de estudo e bolsas para motivá-los a perseguir seus sonhos. Uma vez qualificados, é provável que permaneçam leais à sua prática. Com a escassez nacional de veterinários, você terá acertado dois coelhos com um, desenvolvido um talento que a indústria precisa e motivando os membros de sua equipe.

Apresentar programas de mentoria

Delegue a equipe sênior para treinar a equipe júnior para aliviar a pressão e educar a equipe simultaneamente. Com essa abordagem, os funcionários seniores e juniores permanecem engajados e motivados enquanto trocam ideias. Por exemplo, a equipe sênior sentirá que você aprecia sua habilidade e experiência, enquanto a equipe júnior aprenderá no trabalho.

No final, ninguém se sentirá preso em suas carreiras. Você pode encorajar a equipe sênior a continuar orientando os mais jovens usando regalias como feriados e prêmios de reconhecimento. Por fim, você pode fazer parceria com escolas veterinárias para enviar alunos durante os horários de pico. Isso lhes permite obter habilidades práticas.

Oferecer Treinamento de Inteligência Emocional 

Além de treinar os funcionários no aspecto técnico de suas funções, também é essencial treiná-los em soft skills. Por exemplo, as clínicas veterinárias que contratam veterinários geralmente analisam suas habilidades técnicas. Embora essas habilidades sejam críticas, os especialistas também precisam de habilidades sociais, pois irão lidar com pessoas.

Nesse sentido, ofereça aos seus funcionários treinamento em inteligência emocional. Pode ser por meio de seminários e workshops nos quais você convida especialistas para equipar os membros de sua equipe com as habilidades interpessoais necessárias.

Resumo 

É de conhecimento público que o setor de medicina veterinária carece de profissionais. Portanto, as práticas veterinárias devem garantir que eles mantenham sua equipe atual enquanto tentam resolver o problema de falta de pessoal.

Este artigo discutiu dez razões pelas quais as clínicas estão com falta de pessoal e soluções. Você pode usar as dicas aqui compartilhadas para garantir que você execute suas operações com eficiência e tenha uma melhor retenção de funcionários. Juntos, podemos tornar os trabalhos em clínicas veterinárias interessantes novamente!